17 de dez de 2008

MACACO BONG

Formada por Bruno Kayapy (guitarra), Ynaiã Benthroldo (batera) e Ney Hugo (baixo), o Macaco Bong busca não concretizar rótulos relativos às variedades nas vertentes dos gêneros musicais em suas composições, tudo isso aplicado tanto na estética quanto no conteúdo do rock’n’roll . Baseado na desconstrução dos arranjos da música popular em seus formatos convencionais e aliada à linguagem das harmonias tradicionais da música brasileira com jazz/fusion/pop e etc.
Nascida em Cuiabá (MT) no ano de 2004 como um quarteto de rock instrumental que em 2005 se tornou um power trio, permanecendo a proposta de rock instrumental com conteúdo musical, lançou seu primeiro EP em 2005 com três faixas que estão disponibilizadas no site do trama virtual (
www.tramavirtual.com.br/macaco_bong). Atualmente a banda é integrada por Bruno Kayapy (guitarra), Ynaiã Benthroldo (batera) e Ney Hugo (baixo). Recentemente gravaram seu segundo EP com cinco faixas que pode ser ouvido no seguinte link: http://www.reverbnation.com/tunepak/7909.
Macaco Bong vem sendo destaque nos principais festivais que fazem parte da rota do Circuito Fora do Eixo, como o Grito Rock festival(MT)(SP), Festival Calango(MT), Goiânia Noise (GO), MADA Festival(RN), Primeiro Campeonato Mineiro de Surf(MG), PMW Festival(TO), Festival Varadouro(AC), Se Rasgum(PA), Festival Jambolada(MG), Festival Demosul(PR), Virada Cultural Paulistana (Palco Abrafin), festival Beradeiros(RO), Vaca Amarela Festival(GO), Festival Casarão(RO), Laboratório Pop Festival(RJ), Rec Beat(PE), Porão do Rock(DF), Goiaba Rock Festival(GO), Humaitá Pra Peixe(RJ) além de shows esporádicos como headliner nas principais casas noturnas de São Paulo, Outs Bar, Milo Garage, Satva Bar, Casa Belfiori, Funhouse, Studio SP e Oásis Bar, recebendo críticas positivas dos meios de comunicação especializados como Revista Bizz (apontados como uma das grandes promessas para 2007’) e Folha de São Paulo, em seu guia cultural. A banda também já apareceu diversas vezes em destaque em revistas como Outra Coisa e Rolling Stone, seja em matérias exclusivas ou em coberturas dos festivais do qual participa. Em 2008 o Macaco Bong foi apontado como aposta da Revista Bravo. A matéria pode ser acessada no seguinte link:
http://bravonline.abril.com.br/indices/primeirafila/primeirafilamateria_271620.shtml?page=1.
Também em 2008, o Macaco Bong foi apontado pelo myspace como uma das 10 bandas que "vão dar o que falar" em 2008, estando por diversas vezes na capa do site, além da participação do Macaco na coletânea “O Novo Rock do Brasil, produzido por Senhor F Virtual (
www.senhorf.com.br), com curadoria de Fernando Rosa e Pedro Bandt e lançada na França por intermédio da Revista Brazuca (www.brazucaonline.org). A coletânea conta com 19 representantes da cena independente nacional.
A banda concorreu ao Prêmio Hell City da Música Independente Matogrossense em nove categorias: banda do ano, melhor guitarrista (bruno kayapy), melhor baixista (ney hugo), melhor baterista (ynaiã benthroldo), música do ano (bananas for you all), show do ano (no calango), melhor álbum (objeto perdida), melhor performance (bruno kayapy e ynaiã benthroldo) e melhor videoclipe (bananas for you all); sendo vencedora em duas delas: guitarrista e baterista.

Bruno Kayapy em seu transe musical

Além dos trabalhos junto à banda, os Bongs fazem parte do Instituto Cultural Espaço Cubo, realizando trabalhos de produção musical, assessoria de comunicação e distribuição, coordenação da Casa Fora do Eixo, além de serem co-realizadores de eventos e festivais, como o Calango, Grito Rock, Semana da Música e Semana do Audiovisual, produções que impulsionam a cadeia produtiva, tanto local, quanto nacional dentro do Circuito Fora do Eixo. Também são militantes da Volume (Voluntários da Música), entidade destinada para a qualificação de agentes direcionados no know-how na produção das ações locais. Eles recém chegaram em Cuiabá depois de se apresentarem no Festival Quebramar em Amapá, no SESC Vila Mariana em São Paulo, Festival Fogo no Cerrado em Campo Grande e no Festival Pop Montreal no Canadá.
Ao lado da também cuiabana Vanguart, Macaco Bong foi indicado ao prêmio revelação pela MTV em 2008 e melhor do ano. Outra revista que também indica os cuiabanos à melhor do ano é a QUEM. A repercussão tem sido tamanha que até a
VEJA divulgou os shows dos caras no SESC Vila Mariana, ta certo que com um comentário infeliz sobre o nome do CD “Artista Igual Pedreiro”, mas não dá pra esperar que a Veja tenha claro o conceito disso. Os próximos meses a banda entra em estúdio para produção de novas músicas e até versões, além de ganhar um quarto integrante em eventos periódicos: Endson Santana, vocalista da banda volumeira Ayakan.

O Disco


O álbum leva o título de “Artista Igual Pedreiro”, fazendo alusão à lógica que a banda segue de ter a música como mais um elemento do trabalho cotidiano, em detrimento da lógica do “artista iluminado” e superior aos demais seres humanos. O lançamento ocorreu no dia 8 de maio, em Goiânia(GO). De lá, a banda lançou disco também em Uberlândia, no Espaço Goma e em Belo Horizonte, no bar A Obra. O lançamento para Cuiabá foi no dia 31/05, na Casa Fora do Eixo. Houveram ainda dois lançamentos em São Paulo, no Studio Sp e no CB Belfiori. E também em Campo Grande(MS), Fortaleza e Sobral(CE).

Videoclipes

Recentemente o videoclipe da música Shift foi vencedor do Festival de Cinema de Alta Floresta(MT), na categoria videoclipe. O vídeo foi feito durante a segunda edição da Semana do Audiovisual, uma ação da Próxima Cena, frente gestora responsável pelo audiovisual na estrutura do Instituto Cultural Espaço Cubo. O clipe foi construído coletivamente com os alunos da oficina ministrada pelo vídeomaker Christian Caselli.
Outro videoclipe lançado juntamente com o lançamento do disco. Após uma exibição única no Espaço Goma, em Uberlândia, o vídeo de Noise James está disponível no Youtube. Sob direção de Otávio Pacheco, Noise James foi feito na técnica do stop motion, que consiste em unir fotografias seqüenciadas, formando imagens. O clipe mescla imagens da banda em ensaios e shows com imagens da paisagem urbana de São Paulo, terra natal do diretor Otávio Pacheco.

+ Acesse o ranking da MTV e vote no MACACO BONG:

http://mtv.uol.com.br/noticias/vote-melhores-de-2008

por: Raphael Amorim
==================
TROCA DE IDÉIAS


Ontem troquei uma idéia rapida com o baixista do Macaco Bong, Ney Hugo, confira!

Interior Alternativo: FICAMOS MUITO FELIZES EM VER BANDAS DE TÃO PERTO SE DESTACANDO (MACACO BONG, VANGUART, LOS PORONGAS), VOCÊ ACHA QUE A CENA INDEPENDENTE TEM FORÇA PRA APARECER MAIS EM 2009, E O QUE INDICA DA CENA ATUAL?

NEY HUGO: com certeza. a cena independente brasileira cresce exponencialmente. tem força sim e muita pra continuar se destacando em 2009. Tanto pelos trabalhos novos que aparecerão, quanto pela continuidade dos trabalhos que já estão sendo feitos. da cena atual, se eu for parar pra citar bandas de qualidade a lista fica enorme.. mas vamos lá.. tem o Curumin, Guisado, Amp, Porcas Borboletas, Madame Saatan, Pata de Elefante, Cérebro Eletrônico, Filomedusa, Linha Dura, Mini Box Lunar,

IA: VOCÊS FORAM INDICADOS A REVELAÇÃO E MELHOR DO ANO NA MTV, QUAL O PESO DESSAS INDICAÇÕES?

NEY HUGO: Cara, o peso de divulgação de um grande veículo como é a MTV. Ainda ontem escrevi sobre isso no portal fora do eixo..
esse sucesso todo não é necessariamente uma surpresa, mas sim um resultado prático do trabalho de músicos e produtores que enxergaram a possibilidade da auto gestão, perante as tecnologias que se tornaram acessíveis na última década. Felizmente, não tem mais volta.
Com isso, mais pessoas passam a ver a banda e muito mais pessoas se Sentem estimuladas em começar novos trabalhos dentro da cena independente, ao ver que bandas de Cuiabá estão se sobressaindo por uma simples questão de profissionalismo e comprometimento é tipo "logo Cuiabá", há anos atrás seria improvável a Mtv ou outro veiculo grande falar qualquer coisa daqui.
Hoje temos o calango lá, circuito fora do eixo lá, Macaco Bong agora e o Vanguart, que já virou prata da casa

IA: TIVE O PRAZER DE VE-LOS NO CASARÃO 2008, SEM DÚVIDA O MELHOR SHOW DO FESTIVAL, O QUE AXOU DA CENA RONDONIENSE, E QUE PONTOS ACHA AINDA PRECISAMOS MELHORAR?

NEY HUGO:
é uma cena em ascensão. É bacana ver a movimentação rolando, bandas surgindo e circulando. Uma das coisas que faltam pra cena daí alavancar de vez é a maior preocupação com a gestão coletiva. Existem iniciativas bacanas, como o festival casarão, o coletivo raio q uparta... Quanto mais os produtores e, principalmente, as bandas entenderem o funcionamento do atual mercado da musica independente, melhor e mais rápido virão os resultados

IA: QUAIS O PLANOS DO MACACO BONG PRA 2009, UMA POSSÍVEL VOLTA A RONDÔNIA?

NEY HUGO: Ainda não fechamos agenda completa. Começaremos 2009 antes mesmo 2008 acabe, pois vem aí o grito rock integrado, a primeira ação do ano no circuito fora do eixo. Após o festival, nos preparamos para uma nova ida à gringa, com shows nos EUA (festival south by southwest) e Canadá (canadian music week). e possivelmente voltaremos a Rondônia sim.. não temos nada fechado, mas é um local
por: Raphael Amorim
==================
RAPIDINHAS:
Grito Rock Vilhena 2009 - RO

Inscrições abertasQuer participar do Grito Rock Vilhena com sua banda?Só seguir as instruções*Banda de outros estadosOs interessados em se apresentar na edição 2009 do Grito Rock Vilhena RO deverão enviar material contendo:
- Mp3
- Release
- Fotos de divulgação
- Site ou Blog
- Imprensa (materiais sobre a banda)
- Rider Técnico
- Mapa de Palco
Também pondem entrar em contato para tentar articular a circulação da banda por outros Gritos, principalmente nas regiões dos estados do Acre, Mato Grosso e Rondônia.
O MATERIAL deve ser enviado para o e-mail:
gritorockvilhena2009@gmail.com
Em caso de dúvidas só enviá-las por e-mail
ou então entar em contato pelo MSN:
jc_ramone@hotmail.com (Nettü Regert, coletivo Vilhena Rock).

As Inscrições estarão abertas até o dia 31/12Acompanhe as noticias do Grito Rock Vilhena aqui: http://www.gritorockvilhena2009.blogspot.com/

+++++++++++++++++
Sede Casarão



Agora é certo e oficial.As reformas já começaram e será a inaugurada a Sede Casarão - A casa do rock independente de Rondônia, no dia 17 de janeiro as 23:00 com as bandas HEY HEY HEY, MISS JANE e RECATO, Shows legais, autorais e livres.

Ingressos (apartir de 02 de janeiro):
No próprio local e na loja Tutto Bello

Antecipado 10,00
Portaria 15,00

Na hora outro valor, então corre e adquira o seu.

==================
APERITIVOS:




NOISE JAMES - MACACO BONG


http://www.youtube.com/watch?v=l6OZvHGxBak

Nenhum comentário: